QUANDO SE COMPRA O AMG COM DINHEIRO ROUBADO É ASSIM !

Quando compras o AMG com dinheiro do roubo é assim !
Quando compras o AMG com dinheiro do roubo é assim ! O maior desconfiado sempre foi o Ladrão! Se Guarda( pago com salario de miseria) não dorme ja dentro do motor é por falta de espaço ! Se Alguém critica se , era inveja ! Mas ter inveija de ladrão era mesmo de Racionais !

Não existe Bons Ladrões ( a não ser na fabula de Robin dos Bosques) , mas devolvam só o dinheiro do Povo que gastavam nos Ferrari ,mansões em Miami !

Uns até a moda era mandar vir Bábás das Filipinas porque Criança Dele não pode sentir cheiro de Catinga"aliviada"! Gajos mesmo que Cresceram a comer matete , oleo de palma até o cheiro já incomodava ! Já vi afilhado rico do roubo a fazer funeral do Padrinho com parte VIp no comba !

Ninguém me contou, eu Vi ! Agora muito rico "Arrependido" fica Chateado com o João do Povo que o Povo há muito esperava ! Alguns de Nós pode se chatear por bajulação ou fanatismo maa João do Povo até chegou tarde , porque muito dinheiro Nosso ja foi queimado por Crianças pequenas que faziam despesas gigantes em Cannes ,Lisboa , Paris ,Miami ou Singapura !

E Aqui tem quem tem filho já adulto que nunca tomou banho de chuveiro porque a agua não tem "força " para subir na canalização! Mas os Moet Chandons eram gastos e vinham de avião privado! Elites criadas com dinheiros do Povo não São Elites ,mas sim triunfo de porcos a querem comer diamantes ! Doi Ouvir mas esta é a verdade ! Devolvam o que não foram a tempo de comprar relogios co. Preço de nave espacial ! Ricos po res de Espírito é pecado ! Boa Quinta a Todos os Meus Ricos Amigos ! Toladizer !


By: Antonio Cabral
ESTE HOMEM PROMETE PARTIR OS DENTES AOS CORRUPTOS

Sucessor de José Eduardo dos Santos promete "cerco apertado" à corrupção em Angola



O cabeça-de-lista do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) às próximas eleições gerais, general João Lourenço, prometeu hoje um "cerco apertado" à corrupção, que está a "corroer a sociedade", e o fim da "impunidade" no país.

No Lubango, capital da província da Huíla, naquele que foi o primeiro ato oficial da pré-campanha às eleições gerais de agosto em Angola, o vice-presidente do MPLA e ministro da Defesa Nacional, João Lourenço prometeu um "cerco apertado" à corrupção. Perante mais de cem mil apoiantes, segundo números da organização, João Lourenço foi fortemente aplaudido ao destacar que a corrupção em Angola é um "mal que corrói a sociedade", prometendo combatê-la.

Recordando que a corrupção é um fenómeno que afeta todos os países, João Lourenço advertiu que o problema é a "forma" como Angola encara o problema: "Não podemos é aceitar a impunidade perante a corrupção".

Segundo a Constituição angolana, o Presidente da República é o cabeça-de-lista do partido mais votado nas eleições gerais no círculo nacional, lista que será liderada em 2017 por João Lourenço, uma vez que José Eduardo dos Santos, no poder desde 1979, já se apresenta a votos nestas eleições.

O que não significa que não seja a figura dominante no arranque desta pré-campanha eleitoral. No comício de hoje, João Lourenço, falou a partir de um palco com duas fotografias de grande dimensão de José Eduardo dos Santos - chefe de Estado e presidente do MPLA - e de si próprio enquanto cabeça-de-lista do partido. Além do "cerco apertado" ao "grande mal" da corrupção, João Lourenço prometeu apoio aos empresários que trabalham de forma honesta.

Recordou que os empresários têm "apenas três obrigações fundamentais", nomeadamente licenciar a empresa, pagar "atempadamente" os salários e os impostos ao Estado.

"De resto, deixem-nos trabalhar. Não ponham mais dificuldades", sublinhou, referindo-se aos problemas que os empresários enfrentam para investir em Angola devido, disse, ao conhecido pagamento de "gasosas" para ultrapassar as "pedras no caminho".

"Se conseguirmos combater a corrupção, até os corruptos vão ganhar com isso", ironizou, num discurso transmitido em direto pela Televisão Pública de Angola (TPA) e pela Zimbo, canal privado de televisão.

"Que sejamos nós, que não seja a oposição, a tomar a dianteira no combate a este mal", apelou, sobre o combate à corrupção.

Num discurso de uma hora, João Lourenço prometeu a descentralização e municipalização do país, mas sem se referir às primeiras eleições autárquicas em Angola, ainda por agendar. Apontou igualmente que o "primeiro investimento" deve ser feito nos formadores, que produzem os quadros angolanos.

"É uma vergonha que a carne para o nosso cidadão tenha que ser importada"

A saúde é outra das vertentes prioritárias da candidatura de João Lourenço, bem como o aumento da produção nacional, para travar as importações. "É uma vergonha que a carne para o nosso cidadão tenha que ser importada, quando podemos produzir o gado cá na terra", disse, prometendo fazer de Angola "um verdadeiro celeiro".

Em termos de investimento, e num momento em que Angola enfrenta ainda uma crise económica e financeira devido à quebra nas receitas do petróleo, o candidato voltou a falar no envolvimento dos privados na reconstrução nacional.

"Vamos criar parcerias público-privadas para recuperar as infraestruturas (…). Não precisa de ser o Estado sozinho a construir", apontou, aludindo à intenção de atribuir "concessões" por vários anos a privados (envolvendo construção e gestão), mas sem especificar em que áreas.

Na intervenção, a primeira pública como cabeça-de-lista do MPLA, João Lourenço prometeu ainda uma revisão na política de imigração, tornando "mais fácil e simplificado" o processo de concessão de vistos a estrangeiros.

"Vamos abrir a política de vistos e fazer um controlo muito mais cerrado à entrada de ilegais. Vamos combater seriamente os ilegais, aqueles que pulam a janela e nos surpreendem no quarto. E abrir mais a porta da frente da nossa casa, para os legais", enfatizou, acusando os imigrantes ilegais de estarem a levar para fora de Angola, ilicitamente, recursos minerais, como diamantes.

As próximas eleições gerais em Angola ficam desde já marcadas por uma transição no poder, tendo em conta a não recandidatura de José Eduardo dos Santos, que não integra qualquer lista do MPLA, embora mantendo-se como presidente do partido. "Precisamos de ganhar as eleições. Temos a vitória nas nossas mãos, não a deixemos fugir", apelou João Lourenço.


SAPO24.PT
O MEU ADVOGADO AGORA RÉU DUM BANDIDO

Walter Tondela, um dos advogados que me defendeu e aos meus manos e manas no «Processo 15+Duas», é agora réu sob acusação do juiz que ficou conhecido como palhaço no nosso julgamento, o execrável Januário Domingos, submisso às orientações do agora exonerado José Maria, do SISM. Tondela é um jovem duma humanidade extraordinária e dominador dos contornos processuais penais.

Tondela não só nos defendeu. Também sofreu por nós. Chorou e rezou bastante pela nossa libertação. "Sedrick, todos os dias rezo por vocês antes de sair de casa", dizia-me. E no dia das alegações finais no tribunal primeiro pediu a intervenção do deus em que acredita. Surpreendente!

Agora, por rebater os argumentos do juiz que clara e desavergonhadamente favorecia a procuratriz mascarada e também palhaça, foi constituído réu, ao que ele, Tondela, diz estar pacificamente a enfrentar o processo em que sou declarante, porém não comparecerei em tribunal.

Se for condenado, claro que injusta e ilegalmente, será mais uma prova do quão a justiça anda tão manietada ao bel-prazer duns tipos que se acham intocáveis.

Uma nota: conheço o juiz Januário antes dele me julgar e condenar, e é dum nível tão baixo em termos de conhecimento jurídico-penal que até esquece que, perante o julgamento dum caso em que um dos réus se encontra foragido, deve ser ditada a sentença do mesmo por julgamento à revelia, dentre outros aspectos que poderia adiantar. Mariano Brás deve lembrar do tipo que lhe fez vida cara no tribunal no «caso máfia italiana».




Por : Sedrick de Carvalho
17 Dezembro 2017
OS MORTOS DA ERA JES E A EXUMAÇÃO DE CORPOS QUE VAI SER PRECISO FAZER , PARA SE ESCLARECER VERDADES ENTERRADAS !

Uma das minhas maiores preocupações , quando me aperceber que o sist [...]
15 Dezembro 2017
A 3ª Reunião Ordinária da Comissão Política da UNITA vai hoje no seu segundo dia e, do meu ponto de vista, não está a merecer a devida atenção quer da parte da Comunicação Social nacional e [...]
13 Dezembro 2017
Carta aberta ao presidente João Lourenço e ministro dos transportes sobre o caso ENANA
A
Vossa Excelência Senhor Presidente
Da Republica
João Lourenço
C/c:Minis [...]
10 Dezembro 2017
Uma delegação do MPLA participou (17/19.11), na cidade de Brasília, no 14.º Congresso do Partido Comunista do Brasil, onde encorajou os comunistas brasileiros a ultrapassarem as divergências inte [...]
10 Dezembro 2017
Onde são quase todos cópias uns dos outros , fazer -se um combate sério contra a corrupção não é uma ilusão ?
ONDE SÃO QUASE TODOS CÓPIAS UNS DOS OUTROS , FAZER -SE UM COMBATE SÉRIO [...]
8 Dezembro 2017
42 ANOS DE ESTAGNAÇÂO

A governação não é estática é um processo de responsabilidade soberana que deve obedecer dinamismos e desempenhos diversificados contínuos.

[...]
8 Dezembro 2017
COMO ANUNCIAMOS o Presidente da CASA-CE ABEL CHIVUKUVUKU está em Moçambique afrente de uma delegação do Conselho Presidencial a convite do seu homologo Daviz Simango do MDM "2@ força política de [...]
Reflexão de dominho por Emanuel Malaquias
17 Dezembro 2017
13 Dez | Pensar África | Angola: colonialismos e lutas de libertação
17 Dezembro 2017
Paula Costa acusa ex-vice-presidente do norte de desvios de dinheiro
17 Dezembro 2017
O General, a Procuradora Natasha e a Burla
13 Outubro 2017
Chefe de Estado analisou cooperação com os Estados Unidos.
13 Outubro 2017
Os Bakongos precisam de reflectir diz , Makuta Nkondo
13 Outubro 2017
Dia da Consciência Negra pode se tornar feriado no Brasil
12 Outubro 2017
Nós os feios !
12 Outubro 2017
H046qQlRbfY
sB-_Y76zlh0
6 Dezembro 2017
Jose Mateus Zecamutchima Zecamutchima
29/11 às 16:02 ·

POLICIA DO CAFUNFO/CUANGO TEM UMA LISTA COM CERCA DE 80 NOMES DE MEMBROS DO PROTECTORADO LUNDA TCHOKWE PARA MATAREM
[...]
6 Dezembro 2017
Angola regista mais de 100 mil "empresas fantasmas"

Fonte: VOA Português


Dados do INE indicam que apenas 32 por cento das empresas registadas estão em funcionam [...]
6 Dezembro 2017
Lourenço, Mugabe, Lukoki e a Bicefalia

O mês de Novembro tem sido rico e excitante no panorama político: O PR deu ao país sinais evidentes de que, no que toca a “corrigir o que es [...]
3 Dezembro 2017
VENDEM-SE ESCRAVOS A 400 DÓLARES




Escravo liberto sem formação continua na servidão da escravidão, pois não houve libertação, houve subjugação. Escravos [...]
3 Dezembro 2017
ALERTA ANGOLA/LUANDA
.
CASOS GRAVES
.
Está havendo um índice elevado de raptos seguido de assassinatos onde a maioria das vítimas são mulheres que na maioria das vezes [...]
3 Dezembro 2017
Como em tudo na vida dos estados, em Angola a fase da euforia em torno das exonerações e nomeações protagonizadas por João Lourenço também vai passar. E os cidadãos, depois de uma breve ressac [...]
2 Dezembro 2017
"A PRIVATIZAÇÃO DA SOBERANIA NACIONAL: O CASO MANUEL VICENTE

De forma patética, o novo ministro (mas velho secretário de Estado) das Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto, [...]