Governo de Luanda assina um Memorando de Entendimento com Lixo
9 Outubro 2017
      
O Acordo de coexistência pacífica entre as partes contratantes - Lixo e Governo - tem como ponto único (1) a morte lenta da População.

O acordo bilateral vigora já há vários anos como parceiro estratégico do consulado de Eduardo dos Santos e tudo indica que João Lourenço o vai ratificar no quadro da continuidade do Estado apesar de ter pedido uma moratória para se organizar.

O Acordo é vinculativo a todas cidades e vilas de Angola e prescreve todas as anteriores leis ou decretos que o contrariem.

Embora a fonte não tenha revelado os nomes dos representantes de cada parte, todavia se sabe que ambas estavam investidas de plenos poderes para concluir o Acordo.


Angola-Connection.net