Nós os feios !
12 Outubro 2017
      
Aquando miúdo ou seja kandengue da bandula, eu ouvia sempre as mamoites dizerem "cheee... hooo... não insulta o outo deixa mbora, num mundo não existe "feio", somos todos "bonitos", feio é a pessoa que morreu". Isto para mim servia de consolo e ficava calmo, que eu era também um dos bonito, kkkkkkk. Ficava contentando com poucas palavras das velhas, mas que eram grandes ensinamentos com lição de vida que só viria saber mais tarde.

Mas, com tempo eu foi dando conta o porque, do pensamento culto que, as velhas tinham. Aquilo era para nos ensinar a não ter preconceito com as pessoas e não olhar muito pela aparência. Mas sim, pela personalidade das pessoas. E durante muitos anos, até a data presente isto tem sido a minha sina.

As minhas velhas do antigamente, sabiam que nós os seres humanos por causa da formação genética cada um ganha uma fisionomia diferente. Esta diferença e muitas as vezes só facial, e que tornariam muitas as pessoas parciais no tratamentos de cada indivíduos.

Por isso, fomos sempre ensinados que não existe pessoas feios, que todos no mundo são bonitos, excepto os mortos que não falam, não olham e nem andam.

Os "FEIOS", os indivíduos com aspecto desagradável, mal-parecido, à vista do homem imperfeito, são sempre desprezados e despregados em qualquer santuário da ilusão do homem. Nós os feios, peixe quibumbo passamos mal yah... Se for mbora mulher e tiveres os atributos consideráveis ainda passam despercebidas.

Agora os "BONITOS", Hahahha... agora é que são elas e eles! —Os "BONITO" os indivíduos agradável à vista, digno de menção, os bonecos, Sarrajão os Lindo. Eles são sempre os consideráveis, vantajosos... Seja homem ou mulher! —Nunca são esquecidos nos eventos e nas fotos estão sempre em frente, kkkk... e sei lá o quê!


Tratar as pessoas de "Feios ou Feias", ao ponto de condicionando-as contrário à decência ou à conveniência, como indivíduos excluídos socialmente, por causa da aparência ou aspecto físico, é uma das mais pura covardias do preconceito humano.

As pessoas não valem simplesmente, por serem ricos, pobres, bonitos ou sei lá quê. Mas sim, pela sua boa personalidade e qualidades sentimentais desejáveis.

Como seres humanos somos todos iguais, independentemente do aspecto físico genético de cada um. Nós somo iguais, atém em matéria de sofrimento: morremos, adoecemos, temos tristezas e alegrias.

Amemos uns aos outros, vivamos pelas as nossas verdadeiras personalidades sem hipocrisias e não pela aparência ou bens materiais.

Deixemos de por as coisas fúteis em primeiro lugar na vida e vamos rapidamente em busca dos nossos verdeiros ideiais aquando fomos criados sem entereses, tais como: AMOR, PAZ, FÉ e FIRMEZA as tentações do Diabo Satanás das imundices da carnes, coisas que não valem nada após a nossa morte. Mas sim, tem valor os nossos feito deixados cá na terra, que servirão de avaliação no dia do JUÍZO FINAL.

E lá vamos nós!


Publicada por António Bimbi


Angola-Connection.net