O Crime não compensa , qual é a sua opinião ?
26 Outubro 2017
      
O CRIME NÃO COMPENSA

QUAL É A SUA OPINIÃO???

Esse apelo vem geralmente da polícia nacional, dos fazedores de opinião pública, dos mídias, e o mesmo é feito de forma reiterada no sentido de chamar atenção/razão dos infractores de modo a desencorajá-los ao cometimento do crime.

O crime é entendido como delito; qualquer violação grave da lei por acção ou por omissão, dolosa ou culpável; acção ilícita.

Entretanto tenho constatado na minha modesta opinião que a mensagem apelativa vinculada pela polícia, a mídia e outras sensibilidades da sociedade não tem merecido julgo atenção, impacto que deveria merecer junto dos infractores da lei, da segurança pública sobre tudo, que preferem fazer uma de surdos “ouvidos de mercador” bem como dos familiares que têm uma cota parte, pois que a família é a primeira instituição da socialização, é o pilar da sociedade e é da responsabilidade da família educar, orientar, transmitir valores de modo que o indivíduo esteja dentro dos padrões comportamental aceite socialmente, portanto quando a família exime-se das responsabilidades "naturais" supracitados o indivíduo torna-se susceptível ao desvio comportamental.

Também vale chamar a grande responsabilidade ao estado que deve criar e dinamizar políticas exequíveis virados a inclusão social, a empregabilidade, a igualdade de oportunidade de forma a diminuir/extinguir a fome e a pobreza nas famílias.

Entendo ainda que quanto as responsabilidades no combate ao crime, as igrejas e as escolas podem e devem portanto desempenhar um papel mais interventivo junto das comunidades, mobilizando-os, sensibilizando-os bem como orientando-os as práticas condizentes aos princípios socialmente aceites.

Pois bem, atendendo a pertinência, a relevância do apelo “O CRIME NÃO COMPENSA”, acredito que é do interesse de todos diga-se em abono da verdade, que o mesmo seja ouvido e acatado da melhor forma possível pelos infractores da lei e da segurança pública sobre tudo, de modo a nos devolverem a tranquilidade e a paz social que tanto nos faz falta, no entanto sendo do interesse comum, somos todos convidados a reflectirmos sobre o assunto junto dos jovens e não só menos informados e instruídos que tendencialmente apresentam-nos comportamentos desviantes, sobre as consequências nefastas do crime, de modo a desencorajá-los ao cometimento do crime, entendo que é também nossa responsabilidade enquanto cidadãos disseminarmos, difundirmos o apelo chamando a razão no mesmo sentido.

O crime não compensa e não é que não compensa mesmo digo em grosso modo, pois que através do crime podemos perder o bem mais precioso de quaisquer ser humano a VIDA, sem descurar outras consequências nefastas que estamos vulneráveis ao enveredarmos na prática do crime, perca da dignidade, da família, de liberdade, etc.

Vejo muitos jovens que julgam que o crime de furto seja a solução para seus problemas, entretanto apraz-me dizer que o crime não é definitivamente, nunca foi e nunca será em lado nenhum a solução para os problemas, antes pelo contrário simplesmente tende a devastar, arruinar quem assim proceder/entender, “colocando-o num beco de difícil saída”, assim sendo não se deixa ludibriar com essas falsas e ilusórias premissas de singrar na vida de forma fácil, pois que há outros meios e caminhos para se resolver os diferentes problemas, e concomitantemente atingir os objectivos preconizados, a título de exemplo: Trabalhar honestamente para alguém ou criar o próprio negócio (empreender), estudar..., com esses caminhos e meios chega-se lá.

Ora, REALIZAÇÃO PESSOAL deve ser encarado como um desafio cujo o resultado final é obtido do trabalho árduo e honesto, e não de outras formas e caminhos obscuros que põem em causa a dignidade, a liberdade e nalguns casos a própria vida.

Tenho dito tudo que é conseguido dentro do parâmetro da legalidade, da honestidade, do sacrifício, do trabalho “sabe melhor”. Portanto, eu acredito que com trabalho honesto, persistência, sapiência, determinação, foco e fé nós podemos chegar onde queremos chegar sempre!

Assim sendo diga não ao crime e dissemine/difunda o apelo!




Por : Osvaldo Sumbo Manuel Manuel


Angola-Connection.net