Afonso Dhlakama não esteve presente no enterro da filha
7 Novembro 2017
      
Tiveram lugar, na manhã de hoje, em Maputo as exéquias da filha do líder da Renamo Afonso Dhlakama. O líder da Renamo não esteve presente na cerimónia e o Secretário-Geral da Renamo, Manuel Bissopo, diz que foi por razões de segurança.

Dezenas de pessoas participaram na cerimónia fúnebre de Isabel Afonso Dhlakama, falecida na última quarta-feira vítima de doença em Maputo. Dentre os presentes destaque para os irmãos de Afonso Dhlakama entre outros familiares, e ainda membros do partido Renamo, do Governo, e personalidades das mais diversas sensibilidades.

Em nome da família falou Elias Macacho Marceta Dhlakama, tio da finada, que disse que a morte de Isabel Dhlakama representa uma perda no seio da família.

Se para a família a ausência de Afonso Dhlakama faz pouca diferença, para Manuel Bissopo, tudo é uma questão de segurança, ou melhor da sua falta.

O Governo esteve representado pela Ministra da Mulher Género e Acção Social, Cidália Chauque Oliveira para quem perdeu-se acima de tudo uma vida que tinha muito a dar a família e ao país.

Isabel Afonso Dhlakama tinha 37 anos de idade, vivia na cidade de Maputo e deixa uma filha.


lUSA


Angola-Connection.net