Pois é...no dia dos finados.
13 Novembro 2017
      
Dizer que estas primas fazem música e inclusive algumas até escrevem no perfil que são ativistas sociais parece comédia. Mas é real! São mesmo artistas. Na verdade cantam menos do que expõe a natureza "o corpo". Não são famosas, são afamadas e ávidas por consideração social. Um reconhecimento que não resulta da qualidadeda sua música, mas da quantidade de imagens quase sem roupas que distribuem pelas redes sociais.

Chegamos ao ponto de muitos procurarem fama a todo e a qualquer custo. Quanto menos peças de roupa tiverem no corpo melhor. E a mídia, principalmente a televisionada aplaude. É audiência garantida. Não é? E assim a fuba vende.

A exposição do corpo tem uma força de atracção muito grande e ganha mais "gostos" que uma música muito bem escrita. Hoje já não basta cantar bem. Tem que ser dispudorado e quase pornográfico também.

Se pensarmos bem, os artistas angolanos que melhor escrevem, salvo raras excepções são os que menos são publicitados. São os menos divulgados e reconhecidos socialmente. Não é mero acaso.

A bunda vende e distraí. Alguém já ouviu uma música bem construída esteticamente da Neide Sofia ou da Flor de Raiz? Então porquê que são mais conhecidas que o Felipe Mukenga ou a Africanita, por exemplo? Pensem!

Mas não pensem que isso acontece por acaso. Nada acontece por acaso. As rádios, televisões, jornais e páginas de Internet têm uma linha editorial bem definida. É engenharia social de distracção para que prestemos mais atenção às partes da Jéssica Pitbull e da nova atracção do circo, Genilma Campos, que para aquilo que efectivamente importa.

O programa Zap News é o que é hoje porque busca soluções para os problemas sociais através do debate? Claro que não. É a exposição em asta pública da vida das pessoas que dá ibope ao programa. É igualmente triste ver artistas ligados à cena Rap a discutirem, faltarem-se com respeito, tudo em nome da fama!?

Tudo tem a ver com controle. Na Roma antiga davam pão e circo ao povo e o mantinham ocupado com diversão. Aqui tu tens Neide Sofia, Flor de Liz, Jéssica Pitbull, Poca Py, e outros que digladiam por uns minutos da fama na Zap News ou Tpa 2 o dia inteiro.

Numa sociedade com tantos problemas sociais como a nossa convém ocupar as pessoas com futilidades. Não é por acaso que artistas como Sandra Cordeiro não têm muito espaço na mídia.

Tudo se trata de controle. Toda sociedade disprovida de valores e que censura a informação como a nossa tem a sua obsessão.

São essas as referências que queremos para os nossos filhos? E serão essas as referências para os filhos dos nossos filhos? Então, porque razão a televisão dá tanto espaço? Porque faz parte da engenharia de controle das massas.

Ngola Sambala aka Flagelo Urbano


Angola-Connection.net