Caso Manuel Vicente visto por Jonas dos Santos
18 Janeiro 2018
      
Segundo a advocacia dos peritos angolanos em Direito, a justiça portuguesa não pode julgar Manuel Vicente, porque este goza imunidades "impunes " conferido à ele como antigo Vice Presidente da República de Angola. Tudo bem.

1 - Mas o quê que Portugal tem a ver com isso?

2 - Imunidades impunes. Então um cidadão no exercício da sua liberdade particular que lhe assiste, comete falcatruas fora do País, é acusado e notificado a responder em tribunal, isso põe as relações entre os dois Estados em causa? Será que tais crimes foram cometidos em nome do Estado angolano? Será a imunidade um certificado de impunidade? Pessoas com ímunidades podem vender drogas, traficar, cometer crimes de vária natureza e ficam impune?

3 - Não estarão o nossos juristas a defender que lei só serve contra o pobre cidadão comum?

4 - O quê que não pode ser julgado lá mas pode ser julgado ca, contra alguém que tem imudades impunes?
Quer o executivo angolano transferir o processo de Portugal para Angola, porque tem certeza que o cidadão Manuel Vicente não será julgado por força das imunidades?

5 - Como um sistema judicial que protege críminosos com imunidades, pode combater a corrupção?

Não seria esta uma oportunidade ímpar para o executivo angolano dar um recado claro, sobre o fim da impunidade e da corrupção?

VOCÊS NÃO ME ENGANAM .


Angola-Connection.net