Angola apenas 38 porcento das Crianças são Amamentadas
11 Agosto 2018
      
Angola apenas 38 porcento das Crianças são Amamentadas

O aumento da sensibilização para a promoção do aleitamento materno nas unidades de saúde, nos mercados e entre os adolescentes e jovens, foi recomendado em Luanda, pela Ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

De acordo com a ministra, na abertura da semana de Aleitamento Materno que decorre de um (1) e termina dia 7 de Agosto, a sensibilização ajudará a reverter a situação da desnutrição crónica em crianças menores de cinco anos de idade.

Sílvia Lutucuta, falou também do novo Caderno de Saúde da Mãe e da Criança, sendo um instrumento chave que irá permitir o reforço da prática do aleitamento materno, a vacinação de rotina, acompanhar o crescimento e o desenvolvimento da criança desde a gravidez, o parto e o pós-parto, até aos cinco anos de vida.

A responsável da saúde indicou que, em Angola apenas 38 porcento das crianças são amamentadas exclusivamente até aos seis meses de idade, alertando para a necessidade de se inverter esta prática em benefício dos menores.

Pontualizou que promover a prática do aleitamento consta das políticas do Governo de Angola para a redução da mortalidade materna e infantil, assim como para a melhoria da qualidade dos serviços e cuidados prestados nas unidades de saúde.

Durante o seu discurso, a ministra destacou os benefícios do aleitamento materno para a saúde da mãe e do bebé, para o fortalecimento do relacionamento entre os dois, afirmando que tem repercussões positivas para toda a vida, em termos de estimulação, comportamento, fala, sensação de bem-estar, segurança e como a criança se relaciona com os outros.


Angola-Connection.net