A pura verdade: Sobre Miala
10 Setembro 2018
      
A pura verdade: Sobre Miala

LEIA IMPORTANTE
Fui colaborador do SIE

AQUI ESTÁ A VERDADE, LEIAM BEM POR FAVOR

Meus irmãos, não vamos fugir do tema porque há quem quer desviar a nossa atenção. Vamos todos ler o que disse o académico e activista cívico, Justino Pinto de Andrade: "Miala foi acusado de ter preparado um golpe de Estado e era isto que nós queríamos que fosse esclarecido aqui, mas infelizmente a acusação não foi nesse sentido" Quem não conseguiu de ler, que volta a ler de novo e daí vou explicar como e porque Miala levou apenas 4 anos de prisão (Isto segundo os lambe botas do JES).

O nosso Miala, genuíno, teve de um lado a sorte de apanhar somente os tais 4 anos mas não fugiu àquilo que ele próprio disse: " Verríssimo disse-me que o Presidente da Republica havia lhe informado para eu ficar calado e quieto porque já não estamos naquele tempo de..."

A problema do Miala não tem nada à ver com golpe de estado nem insubordinação ou que mais que podemos pensar.

A realidade é esta: Como Director dos SIE, Miala solicitou ao PR a compra de aparelhos sofisticados que interferem nas conversas telefónicas para actualizar os seus serviços. O PR deu o seu aval. Chegaram os aparelhos e como não podia deixar de ser, solicitou ao vendedor, que se fizesse uma experiência para aprovar e confirmar a compra.


Dado o valor da compra, o vendedor aceitou e infelizmente, para Miala, neste dia, o teste foi a linha telefónica do seu rival, de sempre, KOPELIPA. Mas quem deu o número de Kopelipa, ninguém sabe. Estavam cinco chefes no tal gabinete de operações, os 4 actuais réus e o Verríssimo. O aparelho interceptou e gravou a conversa entre Kopelipa e "TONINHO VAN DUNEM". Tinha saído de Lisboa para EUA e disse ao Kopelipa que voltaria à chamar no dia seguinte às 16H00 para afinarem as conversas.

Até lá, tudo bem. Comprovaram o aparelho e Miala convoca uma reunião com os seus 4 colaboradores, no dia seguinte às 18H00, no fim do dia de trabalhos. Às 16H00, do mesmo dia, Miala acompanha, sozinho, a tal conversa entre Kopelipa e Toninho e ouviu coisas que não esperava; Oiçam bem: O PR está metido nos desvios dos bilhões de USD do contrato com a China. A família nobre está preparada em investir na construção de empresas em Luanda, especialmente na nova estrada entre Golfe e Cacuaco. Kopelipa assegurou o Toninho: "Não te preocupes que já ocupamos todos os terrenos da zona. Está tudo marcado para ninguém construir".

No dia da reunião, estiveram todos, excepto o Verríssimo. Esperaram 10 minutos e tomou a palavra o Miala que ao dirigir-se aos seus colaboradores disse: "O que ouviram ontem constitui um segredo do estado; ninguém pode levar esta conversa fora daqui como estipula os regulamentos da segurança do estado. Hoje, ouvi coisas que nenhum de vocês ouviu e temos de aconselhar o Presidente para mudar o seu comportamento; Temos de tomar medidas activas para o seu bem".

Na mesma ocasião, entra o Verríssimo que só ouviu a última parte: "Hoje, ouvi coisas que nenhum de vocês ouviu e temos de aconselhar o Presidente para mudar o seu comportamento; Temos de tomar medidas activas para o seu bem." Isto bastou para queimar os outros. Logo que acabou a reunião, precipitou-se e foi informar aos adversários de Miala que são: Kopelipa e Zé Maria e estes, na mesma hora ligam para o Presidente que já tinha acabado o seu trabalho para voltar pois havia um problema de vida ou de morte contra ele.

Ao voltar na cidade alta, ouviu o Vérrissimo e tomou as medidas que devia tomar. Foi dali que tudo começou a história e a verdade está aqui. Miala passou à ser uma pedra no sapato da família nobre pois até lá, ele (Miala) também não sabia da realidade do destino dos bilhões desaparecidas. Mas desde aquele dia, já soube o porque do silêncio do Presidente sobre o assunto e como não é da família pobre.

JES instaura uma sindicância contra Miala e dirigida por quem? Zé Maria e Kopelipa; Nomeia os substitutos do Miala no SIE; sabem quem são? Zé Maria e Kopelipa. Lhes deu a autoridade de fazer tudo para calar a boca do Miala. As invenções começaram na tentativa de golpe de estado; NÃO PEGOU; Passaram na tentativa de envenenamento do PR; NÃO PEGOU. Forma pensando e acabaram na tal de insubordinação e agarraram-se ali mesmo.

É por isto que o Juiz do STM foi aconselhado à não tocar no problema do golpe de estado senão Miala iria desbobinar tudo. Cada vez que Miala tocava neste assunto, Patónio ficava perplexo e para não assumir as consequências, mandou Miala para fora.

Tudo foi cozinhado e é por isto que não queriam a confrontação entre Miala e os seus rivais (adversários) palacianos. Estou escrevendo isto à partir da Europa porque em Angola, não podia por conhecer o sistema. Tenho muito à relatar por possuir a autorização dos condenados.

Meu irmão / minha irmã; és dos primeiros à conhecer esta verdade e como querem nos calar a boca para não divulgar a verdade, cabe-te à ti retransmitir estas verdades aos outros angolanos genuínos para começarmos à saber quem são os que nos governam e quais são as intenções deles. Tratam-se de 3 bilhões de dólares que o próprio Presidente da República não quer mandar investigar o desaparecimento duma dívida que o país (Angola) contraiu em que meia dúzia de pessoas querem beneficiar.

É com estes valores que a família do JES comprou bancos em Portugal e estão a inundar Angola, especialmente Luanda com Bancos privados; o nosso dinheiro, o dinheiro do povo. A Isabel, a Tchizé e outros, onde é que trabalharam na vida deles para comprar um banco que o governo português declarou em falência? Acordemos, irmãos pois o país está à ser vendido ou seja estamos à vender o nosso próprio país com o nosso silêncio. Olhem bem ou analisem bem isto: Em Angola de hoje, Angola monarca de JES, a economia está com a família (Bancos, Sonangol e TAAG); a segurança do país entregue aos primos; o parlamento, também a um primo analfabeto; para ludibriar os angolanos, nomeia um primeiro ministro fantoche que nem poder tem, nem plano para dirigir o país e como não bastasse, os verdadeiros angolanos estão à ser exonerados, nomeados para embaixadores afim de afastarem-se do sistema, e eliminados tranquilamente sob aplausos do próprio angolano porque sabem que a maioria é analfabeta e assim poderão bem controlar.

Agora, vem aí o pior, conforme disse o General Miala, "a intenção deles é re-colonizar Angola mas a minha posição não lhes oferecia tranquilidade para isto", querem obrigar os nossos burros deputados a votarem a lei constitucional à maneira deles onde eles têm tudo a ganhar e o Angolano, tudo a perder.

Nesta lei constitucional, caso for aceite, vamos entregar o país à bicharada. Será o nosso fim. Ele quer e pretende jogar melhor que Mobutu, deixar a família e as coisas bem seguras. ESTA HISTÓRIA DE ELEICÕES PRESIDENCIAIS INDIRECTAS, isto é o voto no parlamento pois será tão fácil corromper os burros dos nossos deputados e assim o país passará nas mãos da família nobre.

Irmão, por favor, balumuka e mande esta mensagem para mais angolanos a fim de estarmos todos em sintonia. Se guardares esta mensagem contigo é porque estás a favor da família nobre. Há 30 anos que está no poder, nunca fez nada para com o povo e não é agora que vai fazer algo. Não me digam é porque o país estava em guerra.

Esta desculpa da guerra deve acabar. Luanda não conheceu a guerra nem por uma semana. Aquilo foi apenas distúrbios de 3 dias mas que o próprio MPLA provocou pois sentia-se incómodo ao lado da UNITA armada. Mas já estamos em paz há 7 anos e José Eduardo dos Santos roubou mais em 7 anos do que em 23 anos. Já deram conta disto? Por isto, balumukeno!!! General Miala foi mau para uns e bom para outros. Não se pode agradar a todos, duma vez. Mesmo se morrer, pelo menos deixou-nos esclarecido sobre o tipo de governantes que temos e vamos, todos, reflectir.

Passem esta mensagem a inúmeros angolanos até chegar no próprio José Eduardo dos Santos para ter a consciência tranquila do que o povo Angolano já sabe das verdades sobre o caso Miala. Não se tratava de tudo quanto queriam nos fazer crer.
Kamoxi!

Olá amigo Kamoxi

Seja bem-vindo a este espaço "Kandandos Angola".

A questão que levanta, é muito pertinente. É uma questão política interna, das guerras também elas, internas, entre chefias militares, que no dever do seu cumprimento enveredam por outros caminhos, ao qual o povo desconhece e é altamente prejudicado. Chefias essas, que também manobram a imprensa, ao ponto do povo só ter acesso às informações que eles manipulam, resultante do elevado grau de analfabetismo apresentado por esse mesmo povo, que facilmente é manipulado.

Muitos angolanos, não estão motivados nem capacitados para abordar este tema, devido precisamente ao impedimento do acesso às verdadeiras causas de como tudo se processou.

Amigo, estamos a falar de Angola, onde tudo é possível, inclusive o impossível.

Continue a colaborar connosco.

Estamos juntos!

Abraços e kandandos

(nota: Veja o próximo vídeo. Infelizmente o nosso país, detentor de muitas riquezas, ainda continua a precisar das ajudas internacionais. Este facto antigamente, acontecia por causa da guerra. Actualmente, não existe guerra e continuam a ser necessárias ajudas internacionais. Eu pergunto: onde estão a ser investidos os capitais resultantes das receitas do petróleo? Não será, um desprestígio para nós angolanos e para quem governa Angola. Para mim estas situações são indicadores relevantes. Para outros, talvez sejam, irrelevante)

Cazimar


Angola-Connection.net