Acho que nunca fez muito sentido "exportar" a denominada "sociedade civil organizada"* para a diáspora
4 Outubro 2018
      
Acho que nunca fez muito sentido "exportar" a denominada "sociedade civil organizada"* para a diáspora, tal como ela existe no país, como resultado do culto da personalidade/bajulação que então se instalou em torno da pessoa de JES.

Entendo que onde houver comunidades angolanas expressivas como é o caso de Portugal, devem ser essas comunidades a "produzirem" localmente as suas associações como resultado de processos democráticos genuínos que têm de estar de acordo com a lei do país anfitrião.

Se nunca fez muito sentido esta satelitização da sociedade civil na diáspora a partir de Luanda, agora faz ainda menos.

*Entenda-se politicamente controlada



Por : Reginaldo Silva


Angola-Connection.net